Tertúlia com Arnaldo Trindade

Arnaldo Trindade, fundador da editora Orfeu, deu a possibilidade aos Portugueses e ao Mundo, de ouvir os discos de vinil de Adriano Correia de Oliveira e José Afonso, de entre muitos outros artistas portugueses e estrangeiros. Mas aqui estamos a tratar de Adriano e Zeca a quem Arnaldo Trindade, começou por pagar um ordenado mensal, contra a produção de dois discos por ano. Gravou todos os discos de Adriano que recusou que as letras fossem submetidas a censura.
Rui Pato leva-lhe uma gravação de um cantor que ninguém queria editar com receio de problemas políticos; é assim que ouve os Cantares do Andrailho, fica maravilhado e decide : – tenho de editar isto… é tão bonito.
Este homem afirma-se corajosamente numa época de ditadura Salazarista, em que a cultura era restrita e “ feita “ às escondidas, face à censura e perseguição da pide, onde imensos filmes, livros e discos eram proibidos. Sendo o Editor dos discos era a ele o responsável perante a PIDE.
Se Arnaldo Trindade não resolve arriscar , editando os discos de Adriano e José Afonso, hoje, não teríamos ao dispor os discos que temos a possibilidade de ouvir.
Gratos a Arnaldo Trindade e Rui Vaz Pinto que leu poesia e ao colectivo O que Faz Falta, que nos animou com as suas canções.

some_text

Deixe um comentário

Zeca (2)

QUEM SOMOS


disco

SER SÓCIO


LOJA


escritasdomaio

ESCOLAS


materiais

EXPOSIÇÕES

SUBSCREVER NOTÍCIAS


Categorias

Arquivo



RÁDIO AJA

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!


© 2019 AJA. All Rights Reserved. Iniciar sessão - Designed by Gabfire Themes