Portugal presta homenagem a Zeca Afonso

Espectáculos e exposições vão ter lugar um pouco por todo o país
Portugal Diário 2007/02/20

Por ocasião dos 20 anos da morte de José Afonso, que se completam esta sexta-feira, várias iniciativas decorrem em todo o país desde colóquios a exposições, passando pelos espectáculos, informa a agência Lusa.
Sexta-feira, pelas 18:30, a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) homenageia na sua sede, em Lisboa, o cantor-autor numa sessão em que participam o seu Presidente e vice-presidente, respectivamente, Manuel Freire e José Jorge Letria.
Ainda na capital, às 21:30, no Mercado da Ribeira, ao Cais do Sodré, realiza-se um «Tributo a José Afonso» com os Cantadores de Rusga, Jorge Jordan, Mingo Rangel, Rogério Charraz, e o actor Jorge Castro, que vai ler poemas.
Na cidade de Odivelas realiza-se também, sexta-feira, o colóquio «Conversa em torno da personalidade e do papel de José Afonso na cultura e sociedade portuguesas», que decorrerá no Auditório da Quinta da Memória e que contará, entre outras participações, com a de Miguel Gouveia.
Ainda em Odivelas, é inaugurada, segunda-feira, uma exposição foto-biográfica sobre o músico no átrio dos Paços do Concelho.
Esta mostra, propriedade da Associação José Afonso (AJA), estará patente até 5 de Março.
A exposição «procura traçar o percurso de vida e o testemunho solidário de Zeca Afonso», disse à Lusa Helena Carmo, da AJA.
Na sexta-feira à noite, no Cine-Teatro S. João, no Entroncamento, o cantor João Afonso e o pianista João Lucas apresentam «Um redondo vocábulo».
Durante o espectáculo, o duo percorre cronologicamente canções menos conhecidas e mais intimistas de José Afonso, tio de João Afonso, como «Bombons de todos os dias», «Pombas brancas», mas também as mais emblemáticas como «Era um redondo vocábulo» e «Papuça».
Entretanto, na próxima sexta-feira, pelas 00:30, o canal um da RTP apresenta o documentário «Zeca Afonso – 20 anos da morte», seguindo-se a exibição do concerto «José Afonso ao vivo no Coliseu», realizado a 29 de Janeiro de 1983.
Vários outros espectáculos estão previstos, nomeadamente durante o próximo mês de Abril, na Casa da Música, no Porto, que organiza de 25 de Abril a 01 de Maio, um ciclo dedicado ao cantautor intitulado «Revolução».
Com Adriano Correia de Oliveira, José Afonso foi uma das figuras centrais da canção de intervenção em Portugal.
Canção popular, de intervenção, balada e fado de Coimbra foram áreas musicais exploradas por José Afonso, que em 1985 editou o seu último álbum, “Galinhas do mato”, com as colaborações de Júlio Pereira, Luís Represas, Helena Vieira, Janita Salomé, Né Ladeiras e José Mário Branco.
A 23 de Fevereiro de 1987, aos 57 anos, José Afonso, natural de Aveiro, morreu no Hospital de Setúbal, vítima de esclerose lateral amiotrófica.
some_text

Deixe um comentário

Zeca (2)

QUEM SOMOS


disco

SER SÓCIO


LOJA


escritasdomaio

ESCOLAS


materiais

EXPOSIÇÕES

SUBSCREVER NOTÍCIAS


Categorias

Arquivo



RÁDIO AJA

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!


© 2020 AJA. All Rights Reserved. Iniciar sessão - Designed by Gabfire Themes