Homenagem a Benedicto García Villar

BpSsGLaCYAEGM-0

No seu livro “Sonata de Amigos”, Benedicto García Villar escreve no capítulo “E Ali Preto, Portugal”: “(…) Mañas queria que escoitasse o elepê dum “tipo estraño”,un cantor português, porque seguro que me ía gustar”.”(…)Era tan magnética aquela voz que à primeira oportunidade que se me presentou fun na sua busca. Aquel “tipo estraño que cantaba com esa voz resultou ser José Afonso e o disco “Tráz Outro Amigo Também”.

Falamos de Benedicto, o homem da nova canção galega em tempos de franquismo, um dos homens do “Voces Ceibes”.
O homem que um dia meteu os pés ao caminho – com paragem na Rua de Santa Catarina, Porto (Editora Orfeu) – para pedir a morada de José Afonso.
Daí partiu para Setúbal até que chegou ao encontro do “poeta, andarilho e cantor”.
Daí para a frente foi o que se sabe: a cumplicidade, a solidariedade, a amizade, enfim, o turbilhão dos afectos.
No próximo dia 26 de Junho, em Santiago de Compostela, nessa Galiza de Rosalia de Castro, Castelao ou Álvaro Cunqueiro, será prestado um tributo a um amigo maior que o pensamento.
A Associação José Afonso, por intermédio do seu Presidente da Direcção, Francisco Fanhais e do seu Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Manuel Freire, dirá, mais uma vez, PRESENTE, COMPANHEIRO!

A Direcção da AJA

some_text

Deixe um comentário

Zeca (2)

QUEM SOMOS


disco

SER SÓCIO


LOJA


escritasdomaio

ESCOLAS


materiais

EXPOSIÇÕES

SUBSCREVER NOTÍCIAS


Categorias

Arquivo



RÁDIO AJA

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!


© 2019 AJA. All Rights Reserved. Iniciar sessão - Designed by Gabfire Themes