Em Setúbal

Evocação

NÃO HÁ MORTE NEM PRINCÍPIO | Evocar a morte de alguém que deu relevo à sua existência é a coisa mais normal do mundo. Só se conhece o que de relevante alguém produziu quando a vida vai longa. Na hora da morte o reconhecimento é feito. Assinala-se com simpatia a passagem pela vida de quem nos refrescou a existência. Proponho desta vez que se assinale o nascimento de José Afonso com a alegria da descoberta das coisas novas. José Afonso viveu sempre em busca do começo. Do que é novo. Mário Dionísio dizia: Não há morte, nem princípio. Pois: há vida. É a vida que se comemora neste aniversário do nascimento de José Afonso.
Convidei alguns amigos para este projecto. O resultado destes encontros estará à vista no próximo dia 2 de Agosto. Até lá irei revelando aqui os enleios da coisa. Até sempre, que é como quem diz: até já.

José Teófilo Duarte

some_text

Deixe um comentário

Zeca (2)

QUEM SOMOS


disco

SER SÓCIO


LOJA


escritasdomaio

ESCOLAS


materiais

EXPOSIÇÕES

SUBSCREVER NOTÍCIAS


Categorias

Arquivo



RÁDIO AJA

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!


© 2019 AJA. All Rights Reserved. Iniciar sessão - Designed by Gabfire Themes